• Cabeçalho

Projeto integrado na área de intervenção em crianças, adolescentes e famílias em risco

 11 de setembro de 2015

 

No passado dia 11 de setembro a Câmara Municipal de Sintra e o Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus - Casa de Saúde da Idanha, assinaram um Protocolo de Colaboração no âmbito da Saúde Mental da Infância e da Adolescência, que visa o desenvolvimento de um Projeto Integrado de intervenção com crianças, adolescentes e famílias em risco. Contempla duas tipologias de serviços: consulta externa de pedopsiquiatria/psicologia/psicoterapia, e a intervenção de reabilitação em Unidade Socio-ocupacional - “Espaço Self”. Preconiza-se um modelo interdisciplinar de intervenção que se orienta para o desenvolvimento de competências ao nível cognitivo, emocional, identidade, e psicomotor de cada indivíduo.

A Casa de Saúde da Idanha, situada no Concelho de Sintra, e com mais de 120 anos de existência, é uma estrutura de saúde pertencente às Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus. É reconhecida pela elevada qualidade assistencial, diversidade e diferenciação de serviços e valências de saúde, especificamente da Saúde Mental, da Reabilitação e Cuidados Paliativos. Numa abertura constante às situações de maior vulnerabilidade psíquica e de sofrimento, desde 2011 foi ganhando corpo um projecto de intervenção na área da pedopsiquiatria, como possível resposta à enorme escassez de serviços nesta área e ao crescente número de casos de psicopatologia na infância e adolescência emergentes na sociedade portuguesa.

A Unidade Sócio-ocupacional Espaço Self será um laboratório de experiências significativas na construção da identidade, tendo como objetivos: Promover a coesão e identidade; Facilitar a formação do autoconceito; Desenvolver a auto – estima; Facilitar a aquisição de padrões de relacionamento intra e interpessoal adequados; Promover o sentido de pertença no próprio, reconhecendo os limites do corpo e reforçando e identidade; Promover a estabilidade emocional, a comunicação e os afetos; Reforçar a identidade pelo trabalho no corpo concreto, construindo uma imagem corporal mais integrada; Promover a interação entre grupo de pares; Integrar regras sociais; Diminuir ou remitir sintomas.

 

 

Destina-se para crianças e adolescentes com moderado e reduzido grau de incapacidade psicossocial, clinicamente estabilizadas, mas com disfuncionalidades na área relacional, ocupacional e de integração social.

Este funciona de segunda a sexta-feira, com uma capacidade máxima diária de 20 crianças/jovens, que poderão permanecer na unidade socio-ocupacional entre seis a doze meses, de acordo com o plano individual de intervenção.

O Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus - Casa de Saúde da Idanha assumiu esta parceria consciente que se trata de um primeiro e importante passo para a prevenção da doença mental em crianças e adolescentes.

Trata-se de um projeto inovador que integra diferentes parceiros entre eles a autarquia, numa atmosfera de sinergias crescente, que passa pela dinamização do Espaço Self, assegurando a participação de no mínimo 10 crianças e/ou jovens adolescentes, bem como, pela criação de uma resposta de Consulta Externa de Pedopsiquiatria/Psicologia para 500 crianças/Jovens sinalizados pela CMS.

 

 



© Copyright 2020, Irmãs Hospitaleiras. Todos os direitos reservados.