• Cabeçalho

Inauguração 'Espaço SELF'

30.Maio.2014

O “Espaço Self” é um novo projeto da Casa de Saúde da Idanha, inaugurado no dia 30 de Maio 2014. Estiveram presentes membros da direção da Casa de Saúde da Idanha, representantes da Câmara Municipal de Sintra e da União das Freguesias Queluz e Belas e membros da direção do Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus. Foram também convidados colaboradores e voluntários da instituição. Para além da visita aos diferentes espaços deste projeto foi realizada uma apresentação detalhada do mesmo pela psicóloga Paula Loureiro (coordenadora).

 

 

O “Espaço Self” é uma estrutura sócio-ocupacional destinada a adolescentes com moderado e reduzido grau de incapacidade resultante de doença mental grave. Pretende ser uma das respostas às orientações do Plano Nacional de Saúde 2007/2016, onde se refere que os serviços de saúde mental da infância e da adolescência são insuficientes para dar resposta às necessidades desta população. A zona onde se localiza o projeto, Idanha-Belas, é caracterizada por uma escassa existência de recursos de atendimento especializado, bem como por uma dominante fragilidade sócio-familiar.

 

O Espaço Self pretende assim ser um laboratório de experiências significativas na construção da identidade, tendo como objetivos:

- Promover a coesão da identidade

- Facilitar a formação do autoconceito

- Desenvolver a autoestima

- Facilitar a aquisição de padrões de relacionamento intra e interpessoal adequados

- Promover o sentido de pertença ao próprio, reconhecendo os limites do corpo, construindo uma imagem corporal mais integrada e reforçando a identidade

- Promover a estabilidade emocional, a comunicação e os afetos

- Promover uma melhor funcionalidade

- Promover a interação entre grupo de pares

- Integrar regras sociais.

 

A equipa é constituída por uma psicóloga (coordenadora do projeto), uma psicomotricista, uma terapeuta ocupacional, uma educadora social e uma auxiliar de enfermaria.

 

O projeto funciona de segunda a sexta-feira, entre as 14h e as 18h. Os adolescentes são referenciados por serviços de pedopsiquiatria hospitalares e são avaliados pelas diferentes áreas técnicas no sentido de se programarem as intervenções terapêuticas. O plano individual de intervenção é elaborado em reunião de equipa multidisciplinar e discutido com o utente. Para além das sessões individuais e em grupo os adolescentes têm acesso a atividades lúdicas, como o ténis de mesa, videojogos ou atividades no exterior.



© Copyright 2020, Irmãs Hospitaleiras. Todos os direitos reservados.